Firefight por Brandon Sanderson

ATENÇÃO! ESSE POST PODERÁ TER SPOILERS PARA O PRIMEIRO LIVRO DA TRILOGIA, STEELHEART, E PARA A SUA NOVELLA, MITOSIS; LEIA POR SUA CONTA E RISCO!


Título: Firefight
Autor: Brandon Sanderson
Editora: Delacorte Books for Young Readers
Data de Publicação: Janeiro 2015
Páginas: 432

* A editora Novo Conceito aparentemente tem os direitos de publicação deste livro no Brasil, mas ainda não existe qualquer previsão de lançamento, essa resenha será feita a partir do livro publicado na sua língua original.

“From the #1 “New York Times” bestselling author of Words of Radiance coauthor of Robert Jordan’s Wheel of Time series, and creator of the internationally bestselling Mistborn Trilogy, Brandon Sanderson presents the second book in the Reckoners series: Firefight, the sequel to the #1 bestseller Steelheart.

They told David it was impossible–that even the Reckoners had never killed a High Epic. Yet, Steelheart–invincible, immortal, unconquerable–is dead. And he died by David’s hand.

Eliminating Steelheart was supposed to make life more simple. Instead, it only made David realize he has questions. Big ones. And there’s no one in Newcago who can give him the answers he needs.

Babylon Restored, the old borough of Manhattan, has possibilities, though. Ruled by the mysterious High Epic, Regalia, David is sure Babylon Restored will lead him to what he needs to find. And while entering another city oppressed by a High Epic despot is a gamble, David’s willing to risk it. Because killing Steelheart left a hole in David’s heart. A hole where his thirst for vengeance once lived. Somehow, he filled that hole with another Epic–Firefight. And he’s willing to go on a quest darker, and more dangerous even, than the fight against Steelheart to find her, and to get his answers.”


Firefight sem sombra de dúvidas um dos livros que eu estava mais animada para o lançamento agora no início de 2015, e foi o primeiro livro do Sanderson que eu realmente contei os dias para o lançamento como uma fã, a um ponto de não poder dormir na madrugada do lançamento até receber o e-mail da Amazon falando que o livro já estava no meu kindle e ler alguns dos capítulos.

O livro começa logo após os eventos de Mitosis e com David e os Reckoners começando a ter de encarar uma vida longe do anonimato, já que eles acabaram se mostrando para a população de Newcago como os seus grandes heróis, já que eles derrotaram Steelheart. Ao mesmo tempo eles tem que encarar o fato de que vários Épicos estão invadindo a cidade atrás de David, duvidando do que ele fez. Até um momento onde eles descobrem que todos os Épicos que estão entrando na cidade são subordinados de Regalia, uma Épica de Babylon – que é a antiga Manhattan -, e decidem ir atrás dela. Mas ao mesmo tempo, David também vai para a cidade não apenas para tentar derrotar essa Épica, mas para descobrir respostas sobre Firefight, que está na cidade.

Nesse livro você consegue ver ainda mais forte o dilema que o David tem a respeito dos Épicos. A partir do momento que ele consegue a sua vingança e conhece outros Épicos além de Steelheart ele fica constantemente pensando sobre o quão bom ou ruim um pode ser, a partir do momento que ele teve contatos maiores com outros, como até mesmo Firefight, que ele acaba se apaixonando por mesmo sem saber que ela era uma Épica até o final do primeiro livro.

Ao longo de toda a história você acha que você vai ficar entre o dilema entre os dois Épicos principais desse livro, mas na verdade existe uma outra verdade muito maior por trás que, inclusive, te deixa extremamente frustrado – de uma forma positiva, eu diria – quando o descobre; ele também mostra o quanto que você pode de fato confiar em alguém, sem contar que nem tudo é o que realmente parece ser.

Como qualquer outro livro do Sanderson, é uma leitura extremamente gostosa e dinâmica, não existe qualquer momento de tédio! Sem contar que ele é mestre dos plots, então quando você menos espera, ele te surpreende com um plot twist atrás do outro. Mal posso esperar pelo lançamento de Calamity – que eu acho que vai ser no ano que vem ou no seguinte – e Firefight com certeza está nos meus top favoritos de 2015, e olha que o ano mal começou!


Avaliação: 5/5 estrelas.

E vocês, o que acharam desse livro? Já leram? Tem interesse em ler? Deixe as suas opiniões nos comentários e vamos conversar!

assinatura

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s